Noticias

Assembleia orienta moradores sobre intervenções do PAC Santa Lúcia

 

30/06/2017

 

Técnicos da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) promoveram a primeira assembleia de esclarecimento sobre as obras do Projeto de Aceleração do Crescimento (PAC Santa Lúcia) para moradores dos núcleos residenciais Jardim Yeda II e Vila Palácios I.

O evento aconteceu na Escola Estadual Professora Laís Bertoni Pereira, na Vila Palácios, região Sudoeste, na noite desta quinta-feira, 29 de junho e contou com a presença do diretor de Habitação, Vinícius Issa Lima Riverete, do diretor comercial, administrativo e financeiro da Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas), Valter Greve, representantes da Secretaria de Infraestrutura, Secretaria de Serviços Públicos, Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Vanderleia Guedes, coordenadora técnica de regularização fundiária, Eliete Adão, responsável técnica social, Lina Márcia de Camargo, responsável técnica, Júlia Dias Fernandes, assessora de diretoria, técnicos da Sehab, Cohab, Sanasa e Guarda Municipal.

 

 De acordo com a coordenadora do Trabalho Técnico Social (TTS), Joseane Parnaíba, esta primeira assembleia teve como objetivo orientar e esclarecer possíveis dúvidas aos moradores das áreas passíveis de regularização fundiária.

“Embora o projeto abranja sete Núcleos (Vila Palácios I e II, Jd. Yeda I e II, Vila Bordon, 2 de Julho e Jd. Santa Lúcia), a assembleia de hoje está direcionada somente para os moradores que residem nas áreas de regularização da 1ª etapa das obras”, afirmou.

O projeto é grande e complexo tanto que algumas famílias já tiveram de ser removidas, mas foram contempladas com apartamentos no Residencial Santa Luzia, através do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV).

 

Para os moradores da região do Santa Lúcia a realização é uma conquista aguardada há mais de 40 anos.

 

“O que a gente queria mesmo era entender as transformações que não são poucas. Minha maior preocupação, por exemplo, era com a rede de esgoto, mas agora que as dúvidas foram devidamente esclarecidas, estamos mais tranquilos”, disse Kelly Pereira, moradora do Jardim Yeda II há mais de 20 anos.

 

Para o diretor da Sehab, Vinícius Riverete, estas obras representam o fim do sofrimento de muitas famílias.

 

“Ouvimos das pessoas que elas aguardam pelos benefícios há mais de 40 anos. Quando assinou a ordem de serviço para o início das obras em abril passado, o prefeito Jonas Donizette disse que estava preocupado mesmo era com a saúde da população. E é isso mesmo. Mais de cinco mil famílias serão beneficiadas com as intervenções pois queremos que vocês tenham saúde, qualidade de vida e um lar para criar seus filhos e acomodar suas famílias”, declarou.

 

Andamento das obras

 Os trabalhos estão sendo executados em duas etapas. Na primeira, as obras e as atividades técnicas sociais que já estão sendo realizadas desde abril deste ano com prazo para a execução previsto para 18 meses. A previsão é que a primeira e a segunda etapas sejam concluídas em 38 meses.

Nesta primeira fase, que terá investimento de R$ 12,9 milhões, serão canalizados 700 metros do córrego Santa Lúcia, haverá a construção de 1.200 metros de vias marginais do córrego (600 metros em cada lado), além do recapeamento de ruas no entorno, construção de 29 rampas de acesso e instalação de coletor tronco da rede de esgoto.

As obras são o resultado de um convênio assinado entre a Prefeitura de Campinas e o Ministério das Cidades. O projeto total (incluindo todas as etapas) terá investimento de R$ 52,8 milhões, sendo R$ 49,7 milhões de repasse através do Orçamento Geral da União (OGU) e R$ 3,1 milhões como contrapartida da prefeitura.

 

As demandas foram apresentadas em discussões do Orçamento Cidadão, através do qual as comunidades se organizam e discutem quais devem ser as prioridades de investimento da administração municipal.

 

O projeto total PAC Santa Lúcia inclui obras de saneamento (redes de água e esgoto), macrodrenagem, pavimentação, iluminação, instalação de equipamentos públicos de lazer, implantação de um parque linear e recuperação ambiental.

 

 

localização da cohab campinas
webmail cohab campinas
Horário de atendimento ao público de segunda a sexta-feira:

SERVIÇOS DE COBRANÇA - (CCOB) - 08:00 às 16:30h

ORIENTAÇÕES LIQUIDAÇÕES E FUNDOS - (CLFU)- 08:00 às 16:00h

ORIENTAÇÃO REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA - (CSOC) - 08:00 às 14:00h

ORIENTAÇÕES (TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO) CADASTRO E ATUALIZAÇÃO - (CCOM e CSOC) - 08:00 às 16:00h

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - (SIC) - TRIAGEM E INFORMAÇÕES GERAIS - ORIENTAÇÕES FUNDAP/SEHAB - 08:00 às 16:30h


Clicando aqui você terá informações detalhadas a respeito de todos atendimentos realizados pela Cohab.

Atendimento Web
Ouvidoria Cohab Campinas
Informações sobre concurso público
Portal da transparência
Acervo cultural
Acervo cultural