Noticias

Prefeitura sorteia endereços do Residencial Santa Luzia

07/03/2016

A secretária municipal de Habitação e Presidente da Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas), Ana Maria Minniti Amoroso, participou, na manhã do último domingo, 6 de março, do sorteio de 260 apartamentos do Residencial Santa Luzia, localizado no Jardim Santa Lúcia, na região Sudoeste.

O evento administrativo foi acompanhado pela gerência regional da Caixa Econômica Federal, pelos representantes da FYP Engenharia e Construções Ltda, técnicos da Secretaria de Habitação e da Cohab-Campinas e por lideranças da região.  

Conforme as regras do Ministério das Cidades e do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), dos 260 apartamentos que compõem o residencial Santa Luzia, 50% (130 unidades) foram sorteados no dia 23 de fevereiro de 2015, em evento público realizado no auditório da Cohab-Campinas. Os outros 50% do total de unidades (130), foram indicados pelo município, por meio da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), a famílias removidas de áreas impróprias ou de locais que sofrerão intervenções pela necessidade de execução de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A secretária Ana Amoroso recepcionou as famílias e passou algumas orientações.

"Finalmente o grande dia de vocês chegou. Na próxima segunda-feira, 14 de março, está marcada uma visita ao empreendimento, depois vem a fase de mudanças e eu espero que vocês sejam muito felizes", afirmou.

Informações complementares.

 As unidades foram construídas pela FYP Engenharia e Construções Ltda. com recursos de R$ 19,7 milhões provenientes do PMCMV, em parceria com o Governo Federal e outros R$ 5,2 milhões provenientes do Programa Casa Paulista, em parceria com o Governo Estadual. O valor total da obra é de R$ 24,9 milhões.

Os apartamentos do Residencial Santa Luzia foram distribuídos em um único condomínio com 13 torres, possuem 46 metros quadrados, com dois dormitórios, sala, cozinha com área de serviço e banheiro. O condomínio possui ainda área de lazer e salão de festas.

Cada unidade custará aproximadamente R$ 96 mil, valor este que poderá ser financiado em 10 anos sendo que o valor da prestação não ultrapassa 5% do valor da renda familiar apurada.

O valor a ser investido pelo Projeto de Trabalho Técnico Social (PTTS) será de R$ 296,4 mil com prazo de execução de 12 meses, sendo que a empresa que vai executar os serviços ainda será contratada pela Caixa Econômica Federal, gestora do PMCMV em Campinas.

No PTTS, as famílias serão integradas às diversas fases que antecedem a mudança efetiva aos apartamentos, desde a prestação de orientações em diversas frentes para a vida em condomínio, com dicas sobre economia doméstica, coleta seletiva de resíduos, cuidados com o imóvel e sobre a boa convivência entre vizinhos. Pelo projeto também é oferecido suporte aos novos condôminos nas etapas de assinatura de contratos habitacionais, vistoria dos apartamentos e até nas orientações para a eleição de síndicos e subsíndicos.

As famílias contempladas poderão, ainda, contar com acompanhamento de assistentes sociais antes e depois da mudança efetiva para os imóveis.

localização da cohab campinas
webmail cohab campinas
Horário de atendimento ao público de segunda a sexta-feira:

SERVIÇOS DE COBRANÇA - (CCOB) - 08:00 às 16:30h

ORIENTAÇÕES LIQUIDAÇÕES E FUNDOS - (CLFU)- 08:00 às 16:00h

ORIENTAÇÃO REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA - (CSOC) - 08:00 às 14:00h

ORIENTAÇÕES (TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO) CADASTRO E ATUALIZAÇÃO - (CCOM e CSOC) - 08:00 às 16:00h

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - (SIC) - TRIAGEM E INFORMAÇÕES GERAIS - ORIENTAÇÕES FUNDAP/SEHAB - 08:00 às 16:30h


Clicando aqui você terá informações detalhadas a respeito de todos atendimentos realizados pela Cohab.

Atendimento Web
Ouvidoria Cohab Campinas
Informações sobre concurso público
Portal da transparência
Acervo cultural
Acervo cultural