Cohab Campinas

Noticias

Prefeito envia à Câmara Plano de Loteamentos de Interesse Público

 

14/10/2015

 O prefeito Jonas Donizette anunciou nesta terça-feira, 13 de outubro, no Salão Azul do Gabinete, o envio à Câmara Municipal do projeto de lei do Plano de Loteamentos de Interesse Público (Lotes Urbanizados).

 

O projeto surgiu de uma idéia do próprio prefeito Jonas, ainda na campanha eleitoral, e constava da plataforma de governo e, por este motivo, ele determinou que a Cohab-Campinas e a Secretaria de Habitação (Sehab) apresentassem um estudo de viabilidade técnica de demanda tanto na área socioeconômica quanto geográfica, a fim de atender as necessidades de habitação de interesse social no município.

 

De acordo com o diretor comercial, administrativo e financeiro da Cohab-Campinas, João Leopoldino Rodrigues, a Cohab primeiramente realizou um recadastramento de todos os inscritos, por faixa socioeconômica e pelo interesse em adquirir um lote de terreno urbanizado, na impossibilidade de aquisição de apartamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV).

 

“Pelo levantamento realizado, a necessidade está em torno de 10 mil lotes urbanizados nas faixas de renda familiar 1, 2 e 3 do PMCMV.Na faixa 1, dos que obtêm renda de até R$ 1,8 mil, e também no caso das pessoas que ainda vivem em áreas impróprias ou em ocupações irregulares da cidade, a demanda gira em torno de 3,8 mil lotes urbanizados”, completou Leopoldino.

 

Além de atender a demanda da população por moradia, um dos objetivos do projeto é facilitar os processos de regularização fundiária que demandam remoções.


Projeto de lei

 

Basicamente, o projeto de lei proposto tem o objetivo de simplificar o processo de implementação de loteamentos urbanizados, desde a aplicação das diretrizes viárias específicas de cada loteamento até a comercialização dos lotes propriamente dita, o que implica na redução de prazo e do custo para a implantação.

 

Isso é possível em virtude do artigo 53-A da Lei nº 6766/79. Por esse dispositivo, parcelamentos vinculados a planos ou programas habitacionais de iniciativa das prefeituras e do Distrito Federal são considerados de interesse público. Portanto, neste caso, não deve ser exigida documentação que não seja a mínima necessária e indispensável aos registros nos cartórios competentes.

 

Como vai funcionar

Após a aprovação pela Câmara Municipal, a Cohab-Campinas fará um edital de chamamento a proprietários de áreas localizadas no perímetro urbano, próximas a locais já providos de infraestrutura básica (asfalto, redes de água e esgoto, energia elétrica, etc.) para que, em parceria com os proprietários, desenvolva esses projetos de loteamentos urbanizados.

 

A Cohab-Campinas prevê o início de parceria para cinco mil lotes até o final de 2015 e, até o final de 2016, mais cinco mil lotes, perfazendo um total de 10 mil lotes para a Faixa 1(renda familiar até R$ 1,8 mil), Faixa 2 (renda familiar de R$ 1.801 a R$ 2.350) e Faixa 3 (acima de R$ 2.350).

 

Dentro das faixas acima, os lotes terão área de 125 metros quadrados (5x25), 160 metros quadrados (8x20), 200 metros quadrados (10x20) ou 250 metros quadrados (10x25), com autofinanciamento e implantação de toda a infraestrutura, além de prazo de aprovação e entrega em 12 meses.

 

Como a Cohab-Campinas não possui fins lucrativos e os ganhos obtidos servem apenas para cobrir custos operacionais, a tendência é que o preço final de cada lote urbanizado fique em torno de 30 a 40% mais barato  do que o preço praticado no mercado imobiliário. Os loteamentos, em todas as faixas citadas, serão implementados nas cinco regiões do município.

 

Logo após a assinatura da minuta enviando o projeto de lei para a Câmara de Vereadores, o prefeito Jonas Donizette, falou que a atual administração continua se preocupando com a demanda habitacional.

 

“Desde a extinção do Banco Nacional da Habitação (BNH), passando pela Lei do Inquilinato e chegando até o lançamento do PMCMV, nós sabemos que o déficit habitacional é uma questão que precisa ser encarada de frente e nós estamos buscando alternativas. Vamos entregar quase 6 mil moradias até o fim do ano, estamos trabalhando de maneira intensa no Programa de Regularização Fundiária e , agora, este ciclo se fecha com esse projeto dos lotes urbanizados que está sendo levado à frente pelo João Leopoldino, uma opção a mais para as famílias campineiras,” concluiu.

 

A secretária de Habitação e presidente da Cohab-Campinas, Ana Maria Minitti Amoroso, ressalta a importância deste projeto.

 

“Como vocês podem perceber, desde o início desta administração, o prefeito Jonas Donizette vem solicitando empenho na busca de alternativas habitacionais para o município e estamos trabalhando dentro dos critérios estabelecidos pelo governo federal para que não haja conflitos. Vamos aguardar agora o lançamento das regras definitivas da terceira fase do PMCMV para estabelecer novos objetivos”, afirmou.

 

Prestigiaram o evento o vereador André Von Zuben, representando a Câmara Municipal, diretores e funcionários da Cohab e da Sehab e alguns possíveis parceiros.

 

Iniciativas

 

Só nesta administração já foram entregues mais de 5,1 mil moradias na cidade através do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) e Programa Casa Paulista, além de 1,1 mil títulos de propriedade para famílias que moram em áreas regularizáveis, e, para 2016, mais 27 áreas serão beneficiadas, com previsão de entrega de documentos a titulares de quase 13 mil lotes.

 

Recentemente, também foi aprovada uma lei municipal que permite a construção de empreendimentos habitacionais de interesse social por toda a cidade.

 

Quem quiser mais informações sobre o projeto ou os programas habitacionais vigentes no município, deve comparecer à sede da Cohab-Campinas, à Avenida Prefeito Faria Lima, nº 10, no Parque Itália, ao lado do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, ligar para os telefones (19) 3119-9573, 9575 ou 9576 ou acessar www.cohabcp.com.br.

 

 

 

localização da cohab campinas
webmail cohab campinas
Horário de atendimento ao público de segunda a sexta-feira:

SERVIÇOS DE COBRANÇA - (CCOB) - 08:00 às 16:30h

ORIENTAÇÕES LIQUIDAÇÕES E FUNDOS - (CLFU)- 08:00 às 16:00h

ORIENTAÇÃO REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA - (CSOC) - 08:00 às 14:00h

ORIENTAÇÕES (TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO) CADASTRO E ATUALIZAÇÃO - (CCOM e CSOC) - 08:00 às 16:00h

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - (SIC) - TRIAGEM E INFORMAÇÕES GERAIS - ORIENTAÇÕES FUNDAP/SEHAB - 08:00 às 16:30h


Clicando aqui você terá informações detalhadas a respeito de todos atendimentos realizados pela Cohab.

Atendimento Web
Ouvidoria Cohab Campinas
Informações sobre concurso público
Portal da transparência
Acervo cultural
Acervo cultural