Noticias

Secretária Ana Amoroso participa de worshop sobre Habitação em São Paulo

 

14/10/2014

 A secretária de Habitação e presidente da Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas), Ana Maria Minniti Amoroso, participou, nesta segunda-feira, 13 de outubro, do workshop “Políticas Permanentes de Habitação:Avanços e Desafios”, a convite do Sinduscon Campinas e realizado na sede do sindicato, em São Paulo.

A oficina, que contou com a presença da secretária nacional de Habitação, Inês Magalhães, do secretário de Estado da Habitação, Marcos Penido e de diversas autoridades, teve como ponto central uma palestra feita pela economista da Fundação Getúlio Vargas, Ana Maria Castelo, que apresentou os últimos dados referentes ao Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV).

Segundo a economista, desde o lançamento do PMCMV, em 2009, já foram contratadas 3,5 milhões de unidades habitacionais para famílias da Faixa 1(com renda mensal de até R$ 1,6 mil), num investimento que ultrapassou R$ 223 bilhões. Apesar de satisfatório, segundo Ana Castelo, o país apresenta atualmente um déficit habitacional de 5 milhões de unidades e a projeção é a de que essa marca chegue perto de 15 milhões até 2.024, devendo ser considerada aqui a demanda reprimida com a extinção do banco Nacional da Habitação em 1986.  

De acordo com a secretária Inês Magalhães, a habitação é um componente fundamental no desenvolvimento do país e por isso é tido como um dos principais fatores de inclusão social pelo governo federal. “Quero apresentar dois dados novos a vocês: o primeiro é que 87% dos contratos do PMCMV são feitos com as mulheres e o segundo é que já se faz mais do que necessária a criação de uma faixa imediatamente superior à Faixa 1, população esta que está desamparada naquilo que se refere à moradia de interesse social”, completou.

O secretário estadual Marcos Penido disse que São Paulo sempre participou das questões habitacionais, pois a Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) já entregou mais de 500 mil unidades no estado. “São Paulo sempre se envolveu com o setor habitacional, tanto que já criamos o Programa Casa Paulista ainda estamos investindo no Cidade Legal que é um programa de regularização fundiária. Mas o desafio é enorme, porque somente em São Paulo o déficit habitacional gira em torno de 1,1 milhão de unidades”, afirmou.

A secretária Ana Amoroso disse que o workshop foi bastante válido,  mas será preciso usar de muita criatividade para poder atender à demanda de produção de moradias de interesse social.“É importante que o setor esteja se mobilizando porque só com muita discussão e o envolvimento de vários setores da sociedade é que poderemos encontrar uma saída para este gargalo em que se encontra o setor habitacional em todo o país. Em Campinas, o prefeito Jonas Donizette tem tomado várias medidas para atender o setor, mas precisamos, mais do que nunca, firmar parcerias com construtoras e incorporadoras interessadas em empreender na Faixa 1 e também nas outras faixas do PMCMV”, declarou.  

 

 

 

 

 

localização da cohab campinas
webmail cohab campinas
Horário de atendimento ao público de segunda a sexta-feira:

SERVIÇOS DE COBRANÇA - (CCOB) - 08:00 às 16:30h

ORIENTAÇÕES LIQUIDAÇÕES E FUNDOS - (CLFU)- 08:00 às 16:00h

ORIENTAÇÃO REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA - (CSOC) - 08:00 às 14:00h

ORIENTAÇÕES (TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO) CADASTRO E ATUALIZAÇÃO - (CCOM e CSOC) - 08:00 às 16:00h

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - (SIC) - TRIAGEM E INFORMAÇÕES GERAIS - ORIENTAÇÕES FUNDAP/SEHAB - 08:00 às 16:30h


Clicando aqui você terá informações detalhadas a respeito de todos atendimentos realizados pela Cohab.

Atendimento Web
Ouvidoria Cohab Campinas
Informações sobre concurso público
Portal da transparência
Acervo cultural
Acervo cultural