Notícias

140 famílias de áreas de risco já têm novo endereço pelo MCMV

Regina Rocha Pitta
14/01/2012

Mais 140 famílias removidas de áreas de risco e beneficiários do auxílio moradia em Campinas participaram do sorteio dos apartamentos do Residencial Porto Seguro, conhecido como Parque Campinas, localizado no bairro Vida Nova, neste sábado, dia 14 de janeiro. Agora já são 760 o número de moradias entregues para famílias com renda mensal de zero a três salários mínimos, de um total contratado para o município junto ao programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) de 7.540.

A aposentada Vera Lúcia dos Santos, de 45 anos, nascida em Campinas, mãe de três filhos, foi a primeira a receber o comprovante do seu novo endereço. Agora ela vai morar no residencial que conta com sete torres com 20 apartamentos cada, que tem dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro e lavanderia, distribuídos em 43,5 metros quadrados.

Acompanhada pelo filho David Denis dos Santos Borin, de 18 anos, d. Vera não cabia em si de felicidade. “Não tenho palavras para dizer o que estou sentindo. Lá vai morar eu, meu filho e minha filha caçula. A outra (filha) também já recebeu uma casa no Minha Casa Minha Vida”, declarou a sorteada, que vivia no DIC I e já ter passado por mais de cinco enchentes em que perdeu tudo. “Agora vou poder ter minhas coisas e não vou perder mais nada”. David, que é serralheiro, já vislumbrou que poderá oferecer seus serviços no condomínio.

O sorteio aconteceu na sede da Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab) na presença de vereadores, secretários, representantes de entidades ligadas à questão da habitação no município e de convidados.

Representando o prefeito Pedro Serafim na solenidade, o secretário-chefe de Gabinete, Alcides Mamizuka, salientou que a partir desta data é uma nova vida que se inaugura em cada família participante do evento. “Neste sorteio cada um saberá quem são seus vizinhos. Este é um dia histórico na vida de cada um que vem áreas de risco. São pessoas que passavam seus dias aflitos e preocupados com o local onde moravam. Hoje esta situação chega ao fim, porque elas vão ter uma casa, um teto, uma terra firme, um endereço, com água, luz, tudo enfim”, declarou.

O presidente da Câmara Municipal, Thiago Ferrarri, foi representado pela vereadora Leonice da Paz, que em sua fala celebrou a ocasião ao lembrar que “muitos passam uma vida inteira sem ter uma moradia” e citou a importância do momento na vida de pessoa ali presente. “Hoje é uma página de vitória na história de cada um e da nossa”, afirmou ela.

O secretário de Habitação e presidente da Cohab, Clélio Leme, fez questão de ressaltar  que a partir de agora os novos moradores do residencial terão uma nova vida, depois de um longo percurso. “Antes viviam na precariedade, não se preocupavam com horários de festas, coleta de lixo, pagamento de taxas, e agora terão que se organizar e para isso vão participar do Trabalho Técnico Social que vamos oferecer. Será uma mudança muito grande”. 

Ana Cláudia Bonomo Castelano, de 37 anos, também vai morar no Residencial Porto Seguro com seu marido e os quatro filhos. Lá as crianças vão poder brincar e se divertir em dois playgrounds. E a família ainda poderá se reunir no centro de convivência ou em uma das quatro praças com churrasqueira à disposição dos condôminos.

“Esse sorteio é muito importante para a gente, principalmente porque não vou mais perder minhas coisas, teremos mais segurança, tranquilidade e paz”, desabafou Ana Cláudia, que morava em uma área de risco no Jardim Ouro Verde.

Parceria

Agradecendo a parceria com a Prefeitura, com a Cohab, a HM Engenharia que possibilitou a construção do Residencial e de outras 620 unidades habitacionais já entregues, a representante da Caixa Econômica Federal, Eduilza Carneiro da Silva Leme, informou que estão contratadas para a Região Metropolitana de Campinas 10.857 unidades habitacionais, sendo que cerca de 70% (7.540) são destinadas a atender Campinas.

“É com muita alegria que fazemos parte do dia de hoje. Nós sabemos em que condições essas pessoas vivem, e, por isso, temos a preocupação de que esses apartamentos sejam entregues o mais rápido possível, afirmou Eduilza.

O secretário-chefe apontou que o governo municipal gostaria de ter além das 5 mil unidades que ainda serão entregues este ano, “e para isso, o prefeito está conversando com o governo federal para que tenhamos no mínimo mais 20 mil casas do MCMV na cidade”, afirmou.

Segundo o secretário-chefe, o governo federal tem como meta contemplar 2 milhões de famílias no Brasil inteiro. E o que se tem observado através da mídia é que o mundo está olhando para esse programa. “Tem vindo gente de outros países ver como funciona e por ser um programa social de grande alcance, eles querem copiar e desenvolver lá fora. Esse é um programa inédito que o governo da presidente Dilma está trazendo para a população”, colocou o secretário.

O representante da HM Engenharia, construtora do Residencial, Fernando Zanin Ranzani, disse que todos da empresa estavam muito felizes de participar do programa e poder entregar aos beneficiários uma obra de qualidade. “É muito difícil a conquista da casa própria, é uma batalha árdua. Queremos aqui parabenizar o município e a Caixa Econômica Federal”.

Programa social

Todos os moradores do novo Residencial Porto Seguro, no bairro Vida Nova, farão parte de um Trabalho Técnico Social (TTS)  a ser realizado pela Cohab, durante 12 meses, em que as famílias que moravam em áreas de risco recebem orientações em diversas frentes, com o objetivo de resgatar a cidadania dos beneficiados do Programa Minha Casa Minha Vida. Por meio desse trabalho, as pessoas tomam conhecimento e aprendem como é a vida em um condomínio, a planejar seu orçamento doméstico, pois terão de arcar com novas contas mensalemente, e outros.

A Caixa é responsável pelo financiamento das ações e acompanhamento da execução do trabalho. Serão investidos cerca de R$ 145 mil. Já a Prefeitura, por meio da Secretaria de Habitação (Sehab) e da Companhia de Habitação Popular (Cohab-Campinas), tem a função de elaborar o TTS, disponibilizar profissionais para executar as ações e apresentar relatórios financeiros e de atividades à instituição.

localização da cohab campinas
webmail cohab campinas
Horário de atendimento ao público de segunda a sexta-feira:

SERVIÇOS DE COBRANÇA - (CCOB) - 08:00 às 16:30h

ORIENTAÇÕES LIQUIDAÇÕES E FUNDOS - (CLFU)- 08:00 às 16:00h

ORIENTAÇÃO REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA - (CSOC) - 08:00 às 14:00h

ORIENTAÇÕES (TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO) CADASTRO E ATUALIZAÇÃO - (CCOM e CSOC) - 08:00 às 16:00h

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - (SIC) - TRIAGEM E INFORMAÇÕES GERAIS - ORIENTAÇÕES FUNDAP/SEHAB - 08:00 às 16:30h


Clicando aqui você terá informações detalhadas a respeito de todos atendimentos realizados pela Cohab.

Atendimento Web
Ouvidoria Cohab Campinas
Informações sobre concurso público
Portal da transparência
Acervo cultural
Acervo cultural