Notícias

Campinas sorteia 402 casas e assina contrato para mais 1,8 mil habitações

Maria Finetto

Famílias das áreas de risco Vila Palácios, Jd. Ieda, Jd.Bordon e 2 de Julho participaram na manhã deste domingo, 18 de dezembro, do sorteio de 402 casas do Residencial Santa Lúcia pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. O sorteio foi realizado pela ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior que, na mesma solenidade participou da assinatura do contrato para a construção de 1.888 unidades habitacionais na Vila Abaeté.

A ministra disse às famílias, ao prefeito Demétrio Vilagra e ao secretário de Habitação de Campinas, Ângelo Barreto, que Campinas faz parte do grupo de 1.3 milhão de casas já contratadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida para todo o país. Para Campinas são 17 mil unidades e mais 6 mil pedidos de casas que estão na CEF sendo analisados e poderão fazer a alegria de outros moradores a exemplo do Residencial Santa Lúcia.

“Isso não acontece em todas as cidades. Campinas está recebendo os recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) mais o programa Minha Casa, Minha Vida. Nós temos R$ 1 ,6 bilhão para Campinas que nunca deixou de aproveitar as oportunidades que o governo federal abriu. A Prefeitura inscreveu suas propostas, foi atuante e aproveitou a oportunidade de tirar pessoas da área de risco, de beiras de córregos e promover melhorias à população”.

O prefeito de Campinas, disse a ministra, ‘se mexeu, batalhou duro’ para que a execução das obras do Minha Casa, Minha Vida e do PAC que começam a ser colocadas à disposição da população. A própria ministra, ao final da solenidade, fez questão de conhecer as moradias e foi com a sua comitiva até o Residencial Santa Lúcia que tem os apartamentos com dois quartos, sala, banheiro, cozinha e lavanderia. No condomínio haverá vagas de garagem, salão de festas com churrasqueira, playground e quadra de areia. As famílias sorteadas também começam visitar as casas logo no início do ano entre os dias 30 de janeiro de 2012 e 3 de fevereiro das 8h às 11h. Serão 80 famílias por dia. Na vistoria, as famílias terão acesso a um apartamento, que não necessariamente será o que elas sortearam, mas conhecerão o empreendimento. No Residencial Santa Lucia, serão entregues duas unidades para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, e 400 apartamentos. As obras foram realizadas pela construtora Haus. Já as 1.888 novas da Vila Abaeté, metade delas deve ser entregues até o final de 2012.

Compromisso

“Nunca em sua história, Campinas recebeu tantos recursos do governo federal como os que estão sendo repassados desde o governo do Lula e, agora, com a presidenta Dilma”, disse o prefeito Demétrio Vilagra. Ele ressaltou que as obras estão sendo entregues em seu governo que tem o compromisso com as pessoas que não têm condições de adquirir a sua casa própria. “Nós, por meio do PAC, vamos sanear toda questão de habitação e das ocupações, onde pessoas moram em área de risco e no período de chuva perde tudo aquilo que conquistaram com muito sacrifico. Por isso meu governo tem o compromisso com vocês”, completou.

Segundo cálculos anunciados pelo diretor da Caixa Econômica Federal (CEF), Teotônio Rezende, que também estava na solenidade do sorteio, o número de financiamentos saltou de R$ 4,8 bilhões em 2002 para R$ 77 bilhões ao final do governo Lula que fechou o seu mandato com o maior número da história da habitação desse país. E a presidente Dilma pediu o mesmo caminho e a CEF está fechando o ano de 2011 com R$ 81 bilhões de recursos aplicados em todo o território nacional. Em Campinas, somente este ano foram financiados R$ 2 bilhões, ou seja, quase a metade que foi feito em um ano todo no governo anterior ao presidente Lula, informou o diretor. O secretário municipal de Habitação e presidente da Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab), Ângelo Barreto, reafirmou o compromisso de ampliar o número de unidades à população. “O município fará com que as pessoas de áreas de risco troquem o mais rápido possível esses locais para uma moradia digna. Essas 402 unidades se transformarão até abril de 2012 em aproximadamente 3 mil famílias saindo da beira de área de risco”. É o caso da Maria Madalena Santana Nascimento. Ela foi uma das quatro primeiras famílias sorteadas. Maria não vê a hora de se mudar para o Residencial Santa Lúcia com as três filhas. “Estou muito feliz de realizar o sonho de ter a minha casa própria”, comemorou.

localização da cohab campinas
webmail cohab campinas
Horário de atendimento ao público de segunda a sexta-feira:

SERVIÇOS DE COBRANÇA - (CCOB) - 08:00 às 16:30h

ORIENTAÇÕES LIQUIDAÇÕES E FUNDOS - (CLFU)- 08:00 às 16:00h

ORIENTAÇÃO REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA - (CSOC) - 08:00 às 14:00h

ORIENTAÇÕES (TRANSFERÊNCIA E COMERCIALIZAÇÃO) CADASTRO E ATUALIZAÇÃO - (CCOM e CSOC) - 08:00 às 16:00h

SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO - (SIC) - TRIAGEM E INFORMAÇÕES GERAIS - ORIENTAÇÕES FUNDAP/SEHAB - 08:00 às 16:30h


Clicando aqui você terá informações detalhadas a respeito de todos atendimentos realizados pela Cohab.

Atendimento Web
Ouvidoria Cohab Campinas
Informações sobre concurso público
Portal da transparência
Acervo cultural
Acervo cultural